quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Atchim!


Como este blog é para registro e nem tudo nessa vida é Carnaval, esta atualização é para dizer que Bia pegou sua primeira gripinha (owwwww), mas já está ficando boa.

A Lindona não tinha como escapar, porque eu estava com gripe e agarradas como somos só poderia dar nisso.

Os sintomas começaram no domingo à noite, quando eu e Beto ouvimos ela tossir com secreção. Ficamos espantados, porque foi de uma hora para outra. Ela também estava com o corpinho quente e demos o Tylenol Bebê para aliviar a temperatura e também eventuais dores no corpo.

No outro dia pela manhã, Bia acordou com alguns sintomas dessa virose chata. Mesmo assim, vestiu a fantasia de baiana que vocês viram no post passado e foi dar uma voltinha para ver os avós e bisos. À noite, mais febrinha, secreção, tosse. Foi complicado e Beatriz teve que dormir no nosso quarto, na nossa cama comigo. O papai Beto dormiu no chão. Foi tosse a noite inteira... ficamos preocupados.
Na terça logo cedinho conseguimos falar com a nossa pediatra, Dra. Liane, que receitou alguns remédios, vitaminas e nebulização, que o papai prontamente foi comprar.

Para nossa surpresa, Bia está tomando direitinho até demais a nebulização, com a ajuda da Galinha Pintadinha. Ela aceita muito bem toda a parafernalha e nem se incomoda muito com o vapor. Cada dia fico mais encantada com a maturidade da minha filha!

A mamãe morre de orgulho - Xô gripe!

Não tem como não amar com todas as forças a nossa Beatriz, que nos entende de uma maneira que eu nem consigo explicar.

Adryana (mãe coruja).


O que é que a baiana tem?

O que é que a baiana tem?
Que é que a baiana tem?
Tem torço de seda, tem! Tem brincos de ouro, tem!
Corrente de ouro, tem! Tem pano-da-Costa, tem!
Tem bata rendada, tem! Pulseira de ouro, tem!
Tem saia engomada, tem! Sandália enfeitada, tem!
Tem graça como ninguém
Como ela requebra bem! 
 


Em homenagem ao papai baiano de Paulo Afonso, a fantasia da Lindona, costurada com muito carinho pela vovó Ana.





segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Parabéns, vovó Ana!

16 de fevereiro foi o aniversário da mãe da mamãe, a vovó Ana, uma pessoa muito boa, cheia de vitalidade, dedicação, amor à vida e criatividade.

Vovó Ana é uma artista e tudo que ela faz fica lindo, das pinturas aos vestidos de Bia. É um privilégio para Bia ter uma avó assim tão nova e bonita para amá-la. Para mim, como filha, só posso dizer que a minha é a melhor mãe do mundo e que vou fazer de tudo para ser assim para a minha filhota. :D




Que essa filha, mãe e avó nos presenteie com sua convivência e com seu amor por muitos e muitos anos!

Crise e notícias de Bia - um post iniciado há 2 semanas


Eis uma mãe em crise! O mundo mágico da licença maternidade/férias está chegando ao fim... E não nego que com essa tal de dieta dos sólidos estou sentindo falta das mamadas frequentes de Bia. O fato é que ela já é tão independente que não me vê mais como um potinho de leite...

Além disso, Beatriz agora está ficando com frequência na casa das avós (sem mim) e eu tendo que me afastar mais horas do convívio com ela por conta das aulas e, em breve, do trabalho. Estou na expectativa para saber como vai ser esse novo momento da minha vida. Não nego que tenho até medo e já pensei várias vezes em como seria legal deixar de trabalhar e de fazer outras coisas para tomar conta de Bia. As amigas já disseram que esse sentimento dá e passa. Por enquanto, ele persiste, junto com a insegurança.

Até agora, os nossos horários de ficar bem juntinhas, uma só, acontecem pela manhã e à noite. São as mamadas mais calmas e cheias de sintonia. Principalmente à noite, quando chego da universidade  e dou o "lanche", eu agarro Bia e fico dando beijinhos suaves  no rosto e também uns apertinhos. Sentindo seu cheirinho de bebê e sua pele mais macia do mundo... pela manhã ela mama, quase cochilando e eu também cochilo... é muito engraçado.

Mas saindo dessa alçada (olha a mamãe jurista!), é bom dar notícias do motivo pelo qual esse blog passou a existir: Biribi!

Desde sexta-feira (17), a Lindona tem arriscado dar novos passos na arte de engatinhar e já engatou 3 ou 4 de uma vez só. O medo de ir para frente e as frequentes tentativas de fazer isso e, na verdade, ir para trás já não são realidade.

Anda comendo tudo e muito bem. Provou banana maçã e adorou, o que não aconteceu com a prata, mas tentaremos novamente.  Continua não muito fã de água e o jeito foi oferecer na mamadeira, porque no copinho não teve jeito mesmo. Já água de coco ela bebe de uma lapada só...

No almoço, segue traçando 3 ovos por semana e sempre uma carrrrrninha junto com a papa de legumes. Aliás, esses dias a vó Levina diversificou o menu fazendo papa de inhame com vagem. E o resultado foi "campeã"! Não sobrou nada.

Em breve estaremos novamente em Dra. Liane, desta vez para introduzir o jantar na vida de Bia. E eu que achava tão complicado ter que adaptar os meus horários aos da minha filha, outra vez, vou sentir a falta de mais uma mamada.

Bem que alguém disse por aí que criamos os filhos para o mundo, e eu concordo. Até fiz uma carta para ela aqui no blog, quando estava grávida, falando dessas coisas. Quero que Bia siga independente, decidida e fazedora das coisas dela. Esse perfil ela já tem e eu tenho certeza que, como Leonina da gema que é, vai desbravar o mundo balançando a juba.

Enfim, isso é só um desabafo e um registro, uma maneira de deixar por escrito que esse momento de nós duas é e será inesquecível, momento de amor sublime, aos poucos substituído por outras formas de estarmos juntinhas, de sermos uma da outra, curtindo com intensidade nossos encontros.

Espero que minha filha, tão sabida como é, me ensine como é que faz.

Beijos a todos!

Dryka, a mãe de Bia. 



terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

"Se meus pais são muriçocas, amanhã serei também!"

Dia 13 de fevereiro de 2012, uma segunda-feira. E Beatriz iniciou bem a semana pré-carnavalesca, desfilando nas Muriçoquinhas do Miramar. Não fizemos o percurso inteiro, porque srria muito cansativo. Na verdade, fomos para a casa de vovó Levina e vô Evaristo, que fica pertinho de onde o bloco passa.

A lindona adorou ver muitos coleguinhas fantasiados, as luzes, o colorido e o trio elétrico que passou do nosso lado.

A fantasia foi feita com muito carinho pela vovó Ana.

Senhoras e senhores, com vocês Bia, a palhacinha mais linda!!!!








E não acabou não. Vem mais carnaval por aí!


domingo, 5 de fevereiro de 2012

Iniciando a dieta dos sólidos

No dia 01 de fevereiro, tivemos mais uma consulta com a pediatra Dra. Liane. Bia está com 65 cm e 7,5 quilos. Segundo a médica, um desenvolvimento excelente!

Como já disse aqui, até os 6 meses a alimentação de Bia foi exclusivamente leite materno. Então, chegou a hora de começarmos a oferecer a Lindona os alimentos sólidos. 

O esquema é o seguinte:

Café da manhã - mamar

Lanche - papinha de frutas + 60 ml de água

Almoço - papinha de legumes (faz como sopa, mas depois se amassa os legumes até ficar com a textura de pirão) que pode ter as seguintes combinações: batata + cenoura, batata + jerimum, chuchu + beterraba, abobrinha + vagem, inhame + brócolis.  Depois disso tem 80 ml de água.

Duas horas depois - mamar

Lanche - suco de frutas

Jantar - mamar

Lanche da noite - mamar

E nesse esqueminha, Bia adorou mamão, maçã, não apovou manga, gostou de suco de melão. Hoje experimentamos pêra. Ela gostou mais ou menos, porque estava meio estressada, com sono e vontade de ir ao banheiro, se é que vocês me entendem (rs!).

Abaixo seguem fotos dessas primeiras experiências gastronômicas do nosso amor:


02/02 - Esperando a papinha de mamão
 

Bia amou o mamãozinho...
 
"Ainda tem um restinho, papai!"


Campeã!

Menu: carne, batata, cenoura e AMOR!

E o vídeo imperdível de ela já tentando segurar a colher. Um crânio essa menina!

video


É encantador observar a evolução dos nossos filhos. Beatriz é muito sabida e está comendo tãããão direitinho... Algumas pessoas falaram que a adaptação para os sólidos seria difícil por conta da amamentação até os 6 meses, mas eu acho que Bia é uma exceção. Está se dando muito bem com os alimentos e nos surpreendeu com a papinha salgada (filha, foi a mamãe que cozinhou e acho que você gostou porque o principal ingrediente foi AMOR)!

Às mamães leitoras, super indico a cadeira de alimentação. Dá segurança, deixa a criança em uma altura boa e é preciso que o bebê entenda que tem um lugar para comer. Além do mais, é possível participar das refeições em família. A que compramos para Bia é a mais simples, com o cinto de segurança na parte de baixo. Garanto que é suficiente.

E por conta da nova dieta, a vida passou a ser corrida em dobro, ainda mais depois que as minhas aulas foram iniciadas, com algumas em outro horário. As vovós vão dar uma força para a mamãe Dryka nesse aspecto!

Tô com uma dorzinha no coração de deixar a minha pequena sem mim. Foi tanto tempo juntas, coladinhas, principalmente no horário da manhã, que estou meio em crise com essa separação. Poxa, falta menos de um mês para voltar ao trabalho... mas tenho certeza que vou superar esse sentimento, se Deus quiser.

Suspirando de alegria me despeço e agradeço a Deus por essa filha maravilhosa que temos!

Adryana.