quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Vira, vira, vira... virou!

Sou coruja e babo mesmo!

Agora digam... tem como estudar assim???

video

Bis

Parabéns de novo para Bia!

4 meses com o bolo delícia da vovó Ana

É que ontem à noite, a bonitinha pegou direto no sono de tão cansada que estava, pois o dia foi muito cheio.

No agito de aniversário de mês, teve almoço de "nhoque do dia 29" na casa de vovó Levina (que não estava porque acompanha a priminha Anna em SP), com vovô Evaristo e os bisos Maia e Dete. Logo depois, Beatriz ainda fez uma visita a casa de tia Lívia, onde encontrou a amiguinha Maria Clara e também conheceu a tia Rosilda Minque que mora(va) em Brasília/DF. Ambas são super amigas da mamãe, do curso de Jornalismo.

Tia Minque, tia Lívia e Clarinha

Pronto... aí quando ela chegou na casa de vovó Ana não aguentou esperar a mamãe voltar da universidade para bater parabéns e apagar a velinha. O bolo preparado pela vovis com todo carinho, capricho e cerejas ficou intacto, esperando para hoje depois do almoço! Todo mundo tava pronto para a festinha de novo.




Que garota legal!!!

À tarde Bia tomou quatro vacinas (tetra, penta, pólio e rota vírus). Que chato! Meu coração dói ao ver Bia chorando ao levar aquelas agulhadas. Não aguento nem segurá-la para isso e nessa hora o papi Beto entra em ação.

Aí depois vem o mal-estar, a febrinha, o abusinho... Mas tudo é para o bem dela e logo passa, né não?

Beijos a todos,
Adry.

Obs: Agora o blog engrenou de novo e a mamãe jornalista está com os dedos tinindo para noticiar tudo, tudinho!

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Parabéns, Bia!

Hoje Beatriz completa 4 meses de vida! E que meses! Tempo de felicidade, acima de tudo, e de experiências gratificantes, de muito trabalho e um pouco de turbulência na rotina familiar, admito.

Nem parece que um dia desses chegamos em casa com a nossa pequena nos braços, tão frágil, toda vestida de branco e com a manta mais charmosa de todos os tempos. Hoje, ela já uma mocinha, borboleteando, BIAsourando por aí e virando para lá (porque “para cá” ela ainda não aprendeu).

Só um lance de escadas para chegar em casa!

É incrível como tudo passa tão rápido, apesar de não ser fácil, mesmo quando a maternidade/paternidade efetivamente se põe sobre as nossas vidas, a partir do momento em que o nosso bebê sai da barriga.

Anotei tudo o que foi acontecendo em um diário, mas o blog também merece essa atualização, mesmo que tardia e resumida, do que aconteceu desde que Bia nasceu, no abençoado dia 29 de julho de 2011.

Foi assim...

Chegamos muito felizes em casa, no dia 1º de agosto. Nada como voltar ao lar! Contudo, as atividades diárias relativas a cuidar de um bebê só estavam começando.

O primeiro desafio foi amamentar Beatriz, grande sonho, pois nunca duvidei da importância de oferecer alimento de si mesmo ao próprio filho. Tive grandes dificuldades em relação a isso e necessitei de massagens no banco de leite, doloridíssimas diga-se de passagem, para finalmente poder amamentar Bia como deveria. Valeu a pena. No dia 3 ela mamou plenamente.

Agradecimentos especiais a minha mãe, sogra, demais familiares e amigas que me deram a maior força!

A presença de Beto também foi essencial. Pai exemplar e marido maravilhoso, ele sempre esteve por perto, dando auxílio, assumindo seu papel, me ajudando a colocar cinta, fazer curativo, e também ao lado de Bia, a colocando para dormir, trocando a fralda. Foi ele quem deu o segundo banho da vida de Beatriz, também no dia 3, com uma desenvoltura de dar inveja. O primeiro banho quem deu foi a vovó Ana, como manda a tradição de família. :D

Bainho de sol com a mamãe (06/08)

Papai nota 10!

Tudo ia bem, até que na manhã do dia 4 notamos que Bia estava um pouco amarelinha. Ligamos para Dra. Liane, a pediatra, que prontamente indicou que fossemos ao hospital em que ela estava. Diagnóstico: icterícia. Lá vamos nós de volta ao hospital, dessa vez ao da Unimed, onde permanecemos internados por 24h, enquanto Beatriz tomava banho de luz. Chorei que só vendo minha bebê com aquele tapa olho... e ainda tive uma baita dor de estômago e Beto um princípio de infecção urinária. Estresse demais para dois pais de primeira viagem!

Banho de luz (bronzeamento artificial, rs!)


No dia 5, chegamos em casa quase à meia-noite, porém muito contentes de estarmos novamente no nosso ninho. Beatriz dormiu entre nós, na nossa cama.

E assim o tempo novo foi se seguindo em nossa casa. Cada momento, uma descoberta, cada dia uma nova proeza de Beatriz para nos encantar. Ter um bebê em casa é uma dádiva, uma alegria sem tamanho.

No dia 7, foi a minha vez de dar banho na pequenininha, o que rendeu uma foto impublicável tamanho o desengonço da mamãe. Nesse mesmo dia, o umbigo de Bia caiu!

Já no dia 9, Biribi conseguiu dormir 4h seguidas e tivemos um bom descanso, pois antes as mamadas eram religiosamente de 3h em 3h.

E assim, sucessivamente, as horas de sono foram aumentando e a nossa rotina se estabilizando. Hoje, Bia dorme a noite inteira e desde a terceira semana de vida em seu próprio bercinho. Uma moça!

Até agora foram idas à pediatra, vacinas, testes do olhinho, orelhinha e pezinho, Dia dos pais, batizado, tardes na casa de vovó Ana, almoços de domingo em vovó Levina, meu aniversário, ida ao shopping, Dia das Crianças, banho de sol na praia em fim de tarde, furo na orelha para colocar os brincos, passeio a Bananeiras/PB... compromissos e eventos que passaram pela vida linda de Beatriz, a minha princesa.

1 mês - 4.040g, 53 cm e a boquinha do Ó

2 meses - 4.930g, 58 cm e um sorrisão

3 meses - 5.915g , 59 cm e uma beleza sem tamanho

4 meses - 6.570g e 63 cm (brincando com o biso Maia!)

3 meses e 29 dias - Adora banho de balde!

1 º Dia das crianças - Bom apurado!

Batizado (24/09) - Avós maternos e tia Ju

Avós paternos e tia Nina

Padrinhos queridíssimos - Flávia e Alexandre

E Bia conhece Bananeiras/PB (17/11) - Que legal!

Engraçado que a vida dela começou a tão pouco tempo e já vivenciamos tanta coisa... A minha vida parece que começou de novo, porque agora tudo é em função dela. Ali no quarto, dormindo com os anjinhos desde às 18h30, enquanto eu escrevo aqui, a pequena nem sonha como faz a nossa vida mais bonita e colorida. 

Beatriz, "aquela que veio para nos fazer felizes", está cumprindo o seu papel muito bem! Transformou-nos em uma família completa: pai, mãe e filha.

Tem como não ter uma boa noite?

 Adryana.